Dúvidas de quem quer aprender programação

Quer aprender programação mas ainda tem dúvidas se vale a pena ou se é pra você? Leia abaixo seis dúvidas de quem quer aprender programação ou mesmo de quem já está investindo na carreira.

1. Paga bem?

Quem trabalha na área percebe que o mercado já não paga tanto quanto antes.

Ainda assim, existem boas oportunidades e empresas que pagam muito bem e oferecem ótimos benefícios, mas a concorrência está maior.

Fazendo uma pesquisa rápida no site Glassdoor, encontrei que o salário de um desenvolvedor na região de São Paulo gira em torno de R$ 5.214,00. Não é um salários ruim.

Comparada com outras profissões, percebemos que programação ainda oferece bons salários e tem bastante oferta de emprego.

2. Preciso ser bom em matemática?

Não. Mas tenha em mente que desenvolver um programa é similar a resolver um problema de matemática, você precisa ler o enunciado com muita atenção para poder dar uma solução. Programar exige raciocínio lógico apurado, é legal para quem gosta de brincar com cubo mágico ou resolver quebra-cabeças.

3. Qual linguagem devo começar a estudar?

Quem faz esta pergunta está na verdade muito interessado em saber: qual linguagem paga mais ou qual linguagem tem mais oferta de emprego? Mas o melhor para quem está começando é focar no aprendizado da lógica de programação.

Apesar das inúmeras opções, sugiro começar com JavaScript. Porque é uma linguagem bem fácil de aprender, você não precisa de um ambiente de desenvolvimento pesado e com ela você pode facilmente migrar para várias áreas de desenvolvimento: você pode usar para trabalhar com front-end, back-end, banco de dados não relacionais ou até trabalhar com o desenvolvimento de apps.

4. Por quanto tempo preciso estudar?

Para o resto da sua vida, rs. A tecnologia muda constantemente. Quem trabalha com programação tem que estar sempre antenado no surgimento de novas linguagens, frameworks, padrões, metodologias e terminologias que surgem.

Dormiu no ponto, perdeu o bonde.

5. Como consigo meu primeiro emprego?

Estas são as minhas recomendações: LinkedIn, Revelo, Geekhunter e o bom e velho APinfo.

Eu nunca consegui nada em agências de emprego, na Catho ou na Info Jobs.

Encontrar um emprego também depende de mais coisas além da formação técnica. Depende da sua capacidade de entender problemas, da sua capacidade de trabalhar em equipe e lidar com emoções.

6. Onde encontro materiais de estudo?

Você não precisa gastar muito dinheiro para aprender a programar, vou repetir para que você leia novamente e não seja vítima de aproveitadores: você não precisa gastar muito dinheiro para aprender a programar.

Hoje em dia, você consegue encontrar materiais bem ricos e com muitos exemplos no próprio site da tecnologia que você está estudando. Eu mesmo, criei o template que uso neste site lendo quase exclusivamente a documentação no site do WordPress.

Também existem vário vídeos no youtube com excelente qualidade.

Outro site que eu recomendo bastante e muitos amigos meus tem utilizado é o Udemy, que além de cursos bem acessíveis também tem oferece cursos gratuitos. Aqui eu menciono o curso Ionic 3 para iniciantes, o material é incrível, muito bem ministrado e totalmente gratuito.

E aí? Ainda está perdido sem saber por onde começar? Conseguiu alguma oportunidade ou materiais de estudos em algum site que não mencionei aqui? Compartilha com a gente nos comentários aqui embaixo.

Um comentário

  1. Piter Dias said:

    Não dominar matemática realmente não é problema. Contudo o salário de quem domina e sabe fazer uso fica muito acima do que essas empresas de pesquisa salarial mostram.

    28/01/2020
    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *